Resumo da semana

Conselho de Ética afasta Eduardo Cunha

Com uma votação apertada, por 11 a 9, o Conselho de Ética da Câmara dos Deputados, aprovou o parecer que Eduardo Cunha mentiu na CPI da Petrobras. Cunha na época falou que não possuía conta no exterior. Agora, a votação vai a plenário para decidir sobre a cassação do mandato do Deputado. O mercado ainda está animado com a ideia de Eduardo fazer uma delação premiada, caso vá preso.

Juros nos EUA

FED (Banco Central americano), decidiu manter a taxa de juros americana no mesmo patamar, entre 0,25% e 0,50%. Uma oportunidade para o Brasil conseguir ajustar a economia e não sofrer com o aumento dos juros dos EUA.

Ministro do Turismo sai do Governo

Em poucos mais de 30 dias de governo, o Presidente Michel Temer teve outra baixa. O Ministro do Turismo, Henrique Alves, pediu demissão pois apareceu em delação premiada do ex-presidente da Transpetro, Paulo Machado. Jornais também afirmam que ele pode aparecer na delação de construtoras.

Michel Temer é citado em delação

Nessa semana, o Presidente Interino Michel Temer também foi citado na delação do Sérgio Machado. Ele afirma que Temer pediu uma doação para o caixa dois da campanha para a Prefeitura de São Paulo, em 2012. Temer apoiava o candidato Gabriel Chalita (PMDB). O valor que consta na delação é de R$ 1,5 milhão.